quarta-feira, 13 de abril de 2011

Academia Brasileira de Letras Nota 0!

A Academia Brasileira de Letras (ABL) ao celebrar os 110 anos do nascimento de José Lins do Rego, um dos maiores representantes dos romancistas regionalistas da literatura brasileira, promoveu uma homenagem ao Flamengo, clube o qual torcia o escritor. Além do clube ter recebido a Medalha "Joaquim Nabuco", Ronaldinho Gaúcho, Vanderlei Luxemburgo e Patrícia Amorim receberam a medalha "Machado de Assis", maior honraria concedida pela Academia Brasileira de Letras. Ronaldinho Gaúcho ao ser questionado qual seria seu livro favorito, o jogador disse não ter, mas é claro, nunca deve ter lido um livro na vida. Na mesa em que o jogador se encontrava continha os seguintes dizeres: Doutor Ronaldinho. Doutor? Agora qualquer um pode ser chamado de Doutor?
Após a Universidade de Coimbra entregar o título de "Doutor Honoris-Causa" ao ex-presidente Lula, chegamos ao cúmulo de ter esses três elementos recebendo o título de maior honraria da ABL. Não duvidarei caso o Tiririca receba o título de Doutor em breve! E quanto a Academia Brasileira de Letras, meus pêsames! Achava que depois de tornarem Paulo Coelho membro da ABL nada mais podia piorar, mas não é que tudo consegue ficar pior no Brasil. Só gostaria de fazer uma pergunta. Com quais argumentos mandarei meu filho estudar se Lula e Ronaldinho Gaúcho são tratados como doutores recebendo importantes honrarias? Realmente a sociedade está carente de bons exemplos.

2 comentários:

Said Domenes disse...

meeeu caaroo Renan...

Simplesmente nada a declarar... esse é nosso Brasil GuaraniL...

Se nossas brasileirinhas são fanáticas por Stephenie Meyer. Paulo coelho é fichinha... Claro não deixa de ser um liiixo!

Mais logo logo TIririca chega lá! confira no meu blog o que eu disse sobre ele na materia da bike foguete...

TV Rio Pomba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.