quarta-feira, 15 de julho de 2009

Vaticano - Ouro e Luxo


Vocês acham que Deus prefere manter ouro e luxo nas Igrejas Católicas e no Vaticano, enquanto boa parte de seus filhos morrem de fome pelo Mundo? Será que é isso mesmo que Deus quer?
Para quem não sabe, o Vaticano é a única monarquia absolutista ainda existente na Europa (sou contra), além de ser um dos Estados mais ricos do Mundo. É claro que ninguém sabe ao certo a riqueza do Vaticano, mas alguns banqueiros calculam que gire em torno dos 10 a 15 bilhões de dólares (aplicados em grandes investimentos em bancos, seguros, companhias de petróleo, de motores, de automóveis, de eletrônica, de hotéis, de linhas aéreas, de corporações químicas, de engenharia, construções, imóveis, etc). Além disso, possui vastos depósitos em barras de ouro nos Bancos da Suíça, dos Estados Unidos e de outros países europeus. Será que é mesmo necessário acumular tal riqueza para manter a Igreja Católica?

Em uma edição da Revista "Isto É - Dinheiro" revelou-se a situação financeira do Vaticano. A própria Cúria Romana revelou que possui 5 bilhões de dólares, mais 3,2 bilhões de dólares depositados no Banco do Vaticano. Além disso, o pontífice disse que possui cerca de mil apartamentos registrados em seu nome em Roma. Este são dados registrados em 2001, a tendência é que os valores tenham crescidos desde então, é claro.

Além disso, vocês sabiam que até mesmo aqueles não católicos são obrigados, através de impostos, a manter a Igreja Católica no Brasil, enquanto as outras religiões são obrigadas a pedir auxílio aos seus seguidores. Será que isso é justo? As Igrejas e o próprio Vaticano não precisam pagar impostos, porém, nós somos obrigados a pagar impostos para eles. Realmente acho que não é justo!


Mas fiquem sossegados e não se assustem caso outras religiões construam grandes impérios, como o Vaticano, pois cada vez mais as outras religiões estão a seguir o mesmo caminho de ostentação. Não é a toa que a miséria mundial cresce dia a dia, enquanto TODAS religiões crescem e arrecadam cada vez mais.

Hoje não muito, mas houve tempos em que a mídia noticiava sobre a extorsão de dinheiro em algumas Igrejas evangélicas, onde os fiéis davam tudo o que possuíam na esperança de conseguir bênçãos, como se Deus precisasse de dinheiro para abençoar as pessoas. Enquanto isso, os pastores e bispos lucravam e compravam apartamentos e carros de luxo para seguirem com suas vidas em Deus. Mas será que a Igreja Católica fica muito atrás disso? A corporação mais rica do Mundo que afirma ser a única representante verdadeira do mais pobre de todos os homens que já se conheceu, Jesus Cristo, aquele que simplesmente não tinha onde reclinar a cabeça, hoje faz um papel extraordinariamente oposto ao seu principal exemplo de vida.

Em 2008, o Vaticano divulgou a nova lista de pecados mortais a ser adicionada aos já existentes. Curiosamente, o 13º pecado mortal é tornar-se "obscenamente rico". Além de não ser contra quem acumulou riquezas provenientes do trabalho honesto, acho que o Vaticano deveria ter ficado calado neste capítulo, afinal, exemplo mais descarado de riqueza acumulada ao longo dos séculos, provenientes em muitos casos de origens dúbias, obtidas por processos moralmente condenáveis e sem pagamento de taxas fiscais, não há! Com certeza, uma total hipocrisia!


Ah, quem não se lembra da roupa do Papa Bento XVI ao visitar o Brasil em 2007 (imagem acima)? Apenas o bordado do paramento consumiu 15 km de linhas de ouro e prata, 20 metros de tecidos belga que pesavam cerca de 1,2 kg, lurex de ouro e tantos outros materiais nobres para a composição de uma simples roupa! Isto para vir a um país sub-desenvolvido onde grande parte da população passa por dificuldades.

Neste texto usei o Vaticano, dentro da Igreja Católica, como exemplo de luxúria (outro pecado capital), mas minha crítica fica a todas religiões que constroem grandes templos e impérios com o dinheiro de seus fiéis, ao invés de usarem para o combate da fome e da miséria que assola nosso Mundo. Qual a colaboração desses impérios repletos de ouro, que nos servem apenas como simples enfeites? Pura beleza? Luxo? Ganância? Não sei. Mas para mim isso se chama desigualdade social! Estou sim criticando, mas não ofendendo o Vaticano nem as outras religiões, apenas acredito que nenhuma delas esteja com a razão. É por isso que digo, "mais Jesus, menos religião!".

23 comentários:

iata disse...

é so lendo e pesquizando,pois é desta forma que vc irá compreender por que esta igreja se transformou em Católica "Apostólica Romana"!
WWW.INRICRISTO.ORG.BR

Luiz disse...

cara... parabens pelo texto você falou tudo...

comcordo em tudo que voce disse, só esqueseu de comentar que na idade media a igreja catolica apostolica romana "VENDIA" perdões celestiaispara entes queridos das pessoas que pagavam.

PARABENS seu texto ta D+

LorD FeniX disse...

E tb Esqueceu de Dizer que na Idade Média quem não Obedecia egamente a "igreja" católica era Considerado Erege, Torturado, Queimado Vivo em uma Fogueira em Praça Pública e Tinha Todos Seus bens Confiscados Por Ela.
Se tal Erege era um Grupo Maior, Nação, País, etc, Uma Cruzada era Então Organizada Para Gentilmente Extermina-los e Tomar posse de Suas Riquezas em Nome de Deus.

Rodrigo disse...

alem de que os padres compravam seu lugar na igreja catolica, e apenas os nobres poderiam ser o mesmo.

Josimar de S. Rodrigues Junior disse...

Li sua postagem, achei justo tudo o que foi dito, até porque todos tem o direito de falar aquilo que acha. Mas discordo completamente de tudo o que foi dito. Voce fez uma pesquisa muito superficial (se é que fez alguma). Desculpe a minha rispidez. Tenho apenas 15 anos e me parece que tenho uma mentalidade mais evoluida do que todos os que concordaram com o que foi dito em sua postagem. Espero que nao fique chateado com o que disse, mas pense com mais caridade antes de postar coisas sem coerencia. Criei um blog no qual farei uma postagem explicando as riquezas do vaticano e seria interessante que vc visite. o link é http://josimarrodrigues.blogspot.com/ Espero que visite. Obrigado

Anônimo disse...

Respeito a sua crítica e você tem total liberdade para isso, mas sinto informar que você se derretessemos todo o ouro que há no Vaticano não dava para "acabar" com a fome no mundo.
Outra coisa querido, te informo que não existe Jesus Cristo sem a religião, até porque ele foi que instituiu a Igreja Católica, como sinal de amor. Nós temos por mãe MARIA, e temos a graça de receber Cristo na Santa Eucarístia.
Por que você não revê seus pensamentos?

Atensiosamente,
Alguém que ama a Igreja de Cristo!

Anônimo disse...

PARABÉNS MUITO BOM E VERDADEIRO ESSE TEXTO, QUEM CONHECE A BÍBLIA NÃO TEM DÚVIDAS DE QUE ESSA RIQUEZA NAS IGREJAS SERIA TOTALMENTE CONDENADA POR CRISTO SE ELE VIESSE HJ NA TERRA, A igreja católica É A GRANDE MERETRIZ, A PROSTITUTA, E AS EVANGÉLICAS SÃO AS FILHAS.

Anônimo disse...

MUITO BOM O TEXTO ACIMA, SOBRE AS BARBARIDADES DESTA IGREJA. SINCERAMENTE É MUITO POBRE,POBRE MESMO,PENSAR QUE AQUELE PURÍSSIMO FILHO,E TUDO O QUE FEZ,OBEDECENDO AO PLANO PERFEITO DE SEU PAI,FOSSE ACABAR AGORA A SUA OBRA NO MUNDO ATRAVÉS DESSA SUJEIRA,DESSA....SEI LÁ,QUE PALAVRA MELHOR SE ENCAIXA NESTA COISA CORRÚPTA E SUJA,TAL COMO VIMOS. VALE LEMBRAR,...NENHUMA MENTIRA VEM DA VERDADE!! E OUTRA NINGUÉM VEM AO PAI SENÃO POR MIM!!! ELE DISSE!!!! E OUTRA COISA; TODAS SEM EXCESSÃO, TODAS AS DENOMINAÇÕES,TEM DA MESMA SUJEIRA,APENAS EM ESCALAS DIFERENCIADAS. SE BUSCAM SINCERAMENTE A SALVAÇÃO DA ALMA, CORRAM DISSO. MAS PARA ONDE IREMOS ENTÃO? BUSQUE ORIENTAÇÃO DIRETO COM ELE E SEJA SINCERO. É IMPOSSÍVEL QUE ELE NÃO LHE MOSTRE. MAS NÃO ESQUEÇA!!! ELE VÊ OTEU CORAÇÃO!!!!

Anônimo disse...

Te desafio a ler.

Pessoal, precisamos ler mais a Bíblia pra conhecer melhor.

Concordo que a Igreja Católica tem se tornado ostentamente rica e nao tem preocupado com os menos favorecidos, mas se vc procurar na Bíblia, vai ver que o Senhor amaldiçoou algumas nações com pobreza por ter rejeitado a palavra, e algumas delas tem se voltado ao verdadeiro evangelho, essas tem saído da área da miséria e se tornando uma nação próspera.

O problema da fome no mundo nao é a falta de dinheiro, é a falta de Deus >>> Deuteronômio 28:1-20 leiam e irão entender o que estou falando.

Mesmo que junte toda renda do mundo, nao seria capaz de sustentar os paises com pestes e fome, enquanto eles nao aprenderem que é o Senhor que vai suster, nao adianta.

Sou evangélico, minha igreja sustenta familias, dá cursos para algumas pessoas arrumarem empregos, envia remedios e manda ajuda financeira para missionarios em paises com grandes nececidades.

Não podemos generalizar.

A paz do Senhor esteja com todos.

CRISTO PARA SEMPRE disse...

ACHEI MUITO BOM ESSE TESTO SERIA MELHOR SE OS GOVERNATE DESSE PAIS E PAPA OLHASSE PARA QUE ESTAO NA SAGETAS MORRENDO DE FOME

Anônimo disse...

Religiões são instituições falidas,se o papa fosse representante de DEUS aqui na terra como diz a bíblia,deveria derreter todo o ouro que existe no vaticano e transformar em comida para os povos da somália e etiópia,que estão morrendo aos milhares todos os dias de fome...e fim de papo!

João Sidney Pontes disse...

Assistam este documentário ZEITGEIST espirito do tempo(tradução do alemão)
e nunca mais vai ser o mesmo(a mesma)
tudo isso eles não querem que você saiba!

http://migre.me/6cCCQ

convite para visitar meu blog
http://ocanaldoconhecimento.blogspot.com

Marcelo disse...

Li o artigo e discordo, que exista tanto ouro assim, "nem tudo que reluz é ouro", existe uma publicação da folha de São Paulo (10/07/2010) informando que no ano de 2006, 2007 e 2008 o vaticano apresenta deficit orçamentário pelo terceiro ano consecutivo Veja uma exposição do Padre Paulo em: busque no google por: "A Resposta Católica: As riquezas do Vaticano". Tem mais coisa a Igreja é a maior organização caritativa do planeta você ja ouviu falar em AIS: Ajuda a Igreja que sofre, caritas pesquise vai surpreender. Mas tirando as caricaturas da inquisição que ainda muitos insistem e acreditar, vendas de indulgências -coisa que não pode ocorrer porque Deus não pode ser subornado. Vi muito preconceito em relação a Igreja, porque a Igreja é majestosa, o próprio Deus mandou Salomão construir o templo magnifico. Não gostei do artigo, é tendencioso e parcial.

Anônimo disse...

Primeiro, a Igreja Católica não obriga ninguém a fazer doações (diferente de algumas evagélicas, que tem a coragem de dizer que se não pagar o dízimo, desce la pra baixo), se o governo faz isso vão cobrar dele não da Igreja, segundo, ela é a que mais tem instituições de caridade e isso custa. Terceiro, você quer o que? que ela destrua os templos no Vaticano e destribua para os países roubarem????? Para pessoas como Edir Maceno só aumentarem seu bolso? Pois se ela resolve doar, esse dinheiro tem que ir primeiro para mão do Estado, e voce acha que o Estado vai distribuir igualmente e todos vão ser felizes Para Sempre? Tenha paciência, né!! Ela ajuda a muitas pessoas sim. Você fez uma ''pesquisa'' muito superficial, meu querido... Procure saber o que as outras igrejas arrecadam também

Marianocas Silva disse...

Olá!! Concordo plenamente com o teu texto. O amor por Deus e Jesus esvaneceu e o que ficou foi a luxúria e a preocupação com as aparências.
Parabéns.
Beijos, Marianocas

Anônimo disse...

http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=12148

tenente disse...

Nada mal, para quem é contra todo o tipo de hipocrisia e falta de ética! Bravo!
E que tal estudar os assuntos de que fala?
E que tal não repetir patacoadas e falsidades que os inimigos da Igreja espalharam?
E que tal um pouco menos de preconceito?
Péssimo texto. Não cita fontes fidedignas, repete chavões preconceituosos, tira conclusões precipitadas e ingénuas...
Estude, rapaz, que bem precisa...

Anônimo disse...

Concordo que a Igreja Católica seja extremamente rica, mas quanto ao fato de converter essa riqueza em alimentos ou em infraestrutura de saneamento para países pobres seja uma utopia, ou inocência. Mesmo todas as riquezas do pontífice são insuficientes para sanar problemas de países tais como Burkina Faso, Etiópia, Somália, entre outros.
A Igreja Católia Romana é detentora das maiores campanhas beneficentes: Pastoral da criança (que é uma espécie de serviço de avaliação de saúde das crianças, no que diz respeito a nutrição), idoso (acompanhamento aos idosos), campanhas de auxílio em casos especiais (tal como o noticiado no endereço: http://am730.com.br/igreja-catolica-inicia-campanha-para-flagelados-da-seca/), entre outras que tentam minimizar as necessidades das pessoas [independente de serem ou não fiéis].
É certo que o Papado teve os seus erros, estorquindo os fiéis a doarem quantias em troca da salvação ou de indugências, ou até mesmo iniciando campanha de venda de indugências (diga-se de passagem, falsas). A casos em que O Vaticano pediu aos fiéis para que doacem lei em pó, claro que os países a que se destinavam o produto supramensionado eram justamente nações sem condições de prepará-los pela escassez de água (Nota-se entretanto que o Vaticano possui ações em empresas que fabricam leite em pó).
Não quero dizer com tudo isso, que a Igreja é boa ou mau, pretendo deixar claro que todas as Religiões tem os seus erros e acertos. Por isso mais Jesus e menos religião (Jesus = perfeição, divindade, religião = humanidade, portanto imperfeição).

Anônimo disse...

Concordo que a Igreja Católica seja extremamente rica, mas quanto ao fato de converter essa riqueza em alimentos ou em infraestrutura de saneamento para países pobres seja uma utopia, ou inocência. Mesmo todas as riquezas do pontífice são insuficientes para sanar problemas de países tais como Burkina Faso, Etiópia, Somália, entre outros.
A Igreja Católia Romana é detentora das maiores campanhas beneficentes: Pastoral da criança (que é uma espécie de serviço de avaliação de saúde das crianças, no que diz respeito a nutrição), idoso (acompanhamento aos idosos), campanhas de auxílio em casos especiais (tal como o noticiado no endereço: http://am730.com.br/igreja-catolica-inicia-campanha-para-flagelados-da-seca/), entre outras que tentam minimizar as necessidades das pessoas [independente de serem ou não fiéis].
É certo que o Papado teve os seus erros, estorquindo os fiéis a doarem quantias em troca da salvação ou de indugências, ou até mesmo iniciando campanha de venda de indugências (diga-se de passagem, falsas). A casos em que O Vaticano pediu aos fiéis para que doacem lei em pó, claro que os países a que se destinavam o produto supramensionado eram justamente nações sem condições de prepará-los pela escassez de água (Nota-se entretanto que o Vaticano possui ações em empresas que fabricam leite em pó).
Não quero dizer com tudo isso, que a Igreja é boa ou mau, pretendo deixar claro que todas as Religiões tem os seus erros e acertos. Por isso mais Jesus e menos religião (Jesus = perfeição, divindade, religião = humanidade, portanto imperfeição).

Anônimo disse...

Concordo que a Igreja Católica seja extremamente rica, mas quanto ao fato de converter essa riqueza em alimentos ou em infraestrutura de saneamento para países pobres seja uma utopia, ou inocência. Mesmo todas as riquezas do pontífice são insuficientes para sanar problemas de países tais como Burkina Faso, Etiópia, Somália, entre outros.
A Igreja Católia Romana é detentora das maiores campanhas beneficentes: Pastoral da criança (que é uma espécie de serviço de avaliação de saúde das crianças, no que diz respeito a nutrição), idoso (acompanhamento aos idosos), campanhas de auxílio em casos especiais (tal como o noticiado no endereço: http://am730.com.br/igreja-catolica-inicia-campanha-para-flagelados-da-seca/), entre outras que tentam minimizar as necessidades das pessoas [independente de serem ou não fiéis].
É certo que o Papado teve os seus erros, estorquindo os fiéis a doarem quantias em troca da salvação ou de indugências, ou até mesmo iniciando campanha de venda de indugências (diga-se de passagem, falsas). A casos em que O Vaticano pediu aos fiéis para que doacem lei em pó, claro que os países a que se destinavam o produto supramensionado eram justamente nações sem condições de prepará-los pela escassez de água (Nota-se entretanto que o Vaticano possui ações em empresas que fabricam leite em pó).
Não quero dizer com tudo isso, que a Igreja é boa ou mau, pretendo deixar claro que todas as Religiões tem os seus erros e acertos. Por isso mais Jesus e menos religião (Jesus = perfeição, divindade, religião = humanidade, portanto imperfeição).

David Silva disse...

Olá meu irmão olha eu devo descordar com um trecho que Li no seu texto onde diz assim "Jesus Cristo, aquele que simplesmente não tinha onde reclinar a cabeça, hoje faz um papel extraordinariamente oposto ao seu principal exemplo de vida."
ao contrário JESUS CRISTO tinha riqueza, de uma olhada nos seguintes textos da Bíblia: Matheus 4:13 e João 1:38 e 39. bom mas não vim aqui apenas deixar esse comentário vim elogiar parabéns falou tudo no texto.

Sara Ferrera disse...

Esse tal de anônimo é também um completo ignorante sobre o cristianismo e sobre sua própria igreja. De onde você tirou essa idéia de que foi Cristo quem instituiu a Igreja catòlica? Vá se tratar meu amigo e depois de bem tratado vá estudar e para de falar asneiras.

apostolica disse...

Que tal juntar as riquezas das duas igrejas e ajudar o mundo e quem vive de passado é museu, pois as indulgências que a igreja que Deus fundou cobrava, são exatamente as que as igrejas luteranas cobram em pleno século 21.basta olhar pra igreja universal,igreja mundial e tantas que nem sei os nomes, outras e outras e outras.